Google+ Followers

02 janeiro, 2018

Coragem para fugir (Gn 39:5-12)


5“Desde que o deixou cuidando de sua casa e de todos os seus bens, o Senhor abençoou a casa do egípcio por causa de José. A bênção do Senhor estava sobre tudo o que Potifar possuía, tanto em casa como no campo.
6Assim, deixou ele aos cuidados de José tudo o que tinha, e não se preocupava com coisa alguma, exceto com sua própria comida. José era atraente e de boa aparência, 7e, depois de certo tempo, a mulher do seu senhor começou a cobiçá-lo e o convidou: "Venha, deite-se comigo! " 8Mas ele se recusou e lhe disse: "Meu senhor não se preocupa com coisa alguma de sua casa, e tudo o que tem deixou aos meus cuidados. 9Ninguém desta casa está acima de mim. Ele nada me negou, a não ser a senhora, porque é a mulher dele. Como poderia eu, então, cometer algo tão perverso e pecar contra Deus? 10"Assim, embora ela insistisse com José dia após dia, ele se recusava a deitar-se com ela e evitava ficar perto dela. 11Um dia ele entrou na casa para fazer suas tarefas, e nenhum dos empregados ali se encontrava. 12Ela o agarrou pelo manto e voltou a convidá-lo: "Vamos, deite-se comigo!" Mas ele fugiu da casa, deixando o manto na mão dela”. (Gênesis 39:5-12)

INTRODUÇÃO
         O que é coragem? Será que é topar todo e qualquer desafio, aceitar qualquer tipo de proposta que possam nos apresentar? Será que o corajoso é aquele que pode dizer: “Eu nunca disse não, nunca fugi de nada, fiz tudo o que eu quis”?
         A história de José nos prova o contrário. É preciso muita coragem para fugir do pecado e manter firme o compromisso de fidelidade ao Senhor. O resultado disso? José se tornou governador do Egito.
         Com base no texto acima, apresento o caminho de coragem que conduziu José à sua grande vitória de vida e ministério:

I-                 A benção de Deus estava sobre José, mesmo assim, Satanás tentou derrubá-lo várias vezes. Ou seja, o diabo não tem medo de atacar jovens e crentes abençoados.

II-              O diabo não desiste de continuar atacando crentes abençoados, ele é insistente (embora ela insistisse, dia após dia... – v.10).

III-          O diabo é especialistas em armas ciladas (...nenhum dos empregados estava ali – v.11). Era a situação perfeita para o pecado. José tinha todos os “motivos para ceder”.

IV-         Mesmo assim, José teve coragem para fugir – v.12.

V-             José tinha, possivelmente, 18 anos. Ele teve coragem para agir como homem de verdade, homem segundo o coração de Deus, homem como O homem (Jesus é “O homem” Jo 19:5 – Deus criou o homem sem pecado).

VI-         É preciso ser como “O homem” para encarar a cruz de frente e dizer sim à proposta de Deus – Mt 16:21-28; Hb 12:12:4.

VII-      Seja homem de verdade e fuja, corra para o esconderijo do Altíssimo essa é a verdadeira coragem. E então o Senhor será o teu refúgio, tua fortaleza, tua salvação, tua força, tua vitória. –

Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne (Gl 5:16).

CONCLUSÃO
Somente os verdadeiros corajosos poderão receber as grandes vitórias que o Senhor quer entregar.

Graça e paz!
Éder Billy Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário